Peru

19 de junho de 2017
América Latina, Peru

45 motivos para conhecer o Peru

Sinônimo de descobertas arqueológicas, o Peru tem uma série de cidade tombadas pela UNESCO como Patrimônio da Humanidade. Berço de civilizações avançadas e cheias de mistério, o Peru é muito mais que Macchu Picchu.

O Vale Sagrado, os inúmeros sítios arqueológicos, os centros das cidades que ainda guardam a raiz dos povos andinos, mesmo após a colonização espanhola.

Uma viagem ao Peru é um passeio pela história da humanidade, recheada de enigmas e acompanhada de uma gastronomia de muito requinte e frescor.

Veja agora 45 razões para você colocar o Peru na sua lista de lugares para conhecer:

1 – O Vale Sagrado dos Incas em Cuzco

com seus povoados e sítios arqueológicos, criando uma atmosfera fascinante de muito mistério.

2 – As ruínas de Pisac e seu vilarejo,

com direito a uma parada em Awana Kancha para ver uma tecelagem artesanal da tradicional lã de lhama e alpaca do Peru.

3 – A vista do Rio Urubamba pelo Hotel Vale Sagrado.

4 – As ruínas num desfiladeiro em Ollantaytambo uma construção inca monumental.

5 – Salina de Maras,

que, de uma fonte, brota água salgada, mesmo estando tão distante do mar.

6 – Os círculos perfeitos das ruínas de Moray,

onde dizem ter caído um meteoro e servido de local para experimentos nas plantações de milho e batata.

Ruínas de Moray

7 – As montanhas coloridas de Vinicunca,

Cerro Colorado, e todo o deslumbrante visual da paisagem andina intocada da trilha que leva até essas formações multicolores.

Vinicunca, Cerro Colorado

8 – Perceber os detalhes do Convento de Santa Catallina em Arequipa, todo feito de uma rocha vulcânica branca.

9 – As Ilhas Ballestas, em Paracas, onde o deserto encontra o mar e proporciona uma experiência incrível ao lado de flamingos, pinguins e pelicanos.

10 – Rafting pelo belíssimo Rio Colca, em Arequipa.

11 – As misteriosas linhas de Nazca:

mais de 800 figuras desenhadas no chão, ao longo de 65 quilômetros, que envolvem cultura, religião e misticismo.

 

12 – Os encaixes perfeitos das pedras da fortaleza de Sacsayhuaman,

com rochas que pesam mais de 300 toneladas.

13 – Os mistérios da tradicional Macchu Picchu,

a cidade perdida que atrai muitos turistas para as colinas históricas do Peru.

14 – Ilhas Uros e sua viagem no tempo à beira do Lago Titicaca.

Essas ilhas artificiais feita de uma palha tradicional do Peru, a totora, é terra de um povo que fugiu da dominação dos Incas e vive da mesma maneira até hoje.

15 – Catedral da Basílica da Virgem da Assunção, em Cuzco, construída depois da dominação do último imperador Inca pelos espanhóis. Uma suntuosa igreja erguida na Plaza de Armas.

16 – Templo do Sol, Corichancha, em Cuzco. Um lugar sagrado dos Incas de adoração ao Sol, que, após a dominação espanhola, usou-o como base para a construção de uma igreja.

17 – Tambomachay, o impressionante sítio arqueológico de culto às águas.

18 – A desconhecida ruína pré-inca de Pikillaqta, em Cuzco.

19 – O acervo do Museu de arte Precolombino em Cuzco

que conta com peças de 1250 a.C.

20 – Sabores, cheiros e texturas dos alimentos vendidos no Mercado Central de San Pedro.

21 – A experiência gastronômica com chocolate a partir do cacau, no ChocoMuseo, em Cuzco, Lima e Pisac.

22 – O Centro Histórico de Lima,

tombado pela UNESCO como Patrimônio da Humanidade. Um bairro inteiro, com praças, igrejas e até catacumbas para uma viagem pela história do Peru.

23 – O riquíssimo sítio arqueológico da cultura mochica de Huaca de El Sol e de la Luna, em Trujillo.

24 – Apreciar o melhor da culinária peruana em restaurantes conceituados e premiados, como o Central e o Maido e descobrir o destaque do Peru na gastronomia mundial.

25 – doce King Kong, feito de biscoito, manjar branco e doce de abacaxi, com a consistência de um alfajor.

26 – O exótico Mercado de Bruxos em Chiclayo, com ingredientes para feitiços e chamanismo, ervas, vodus.

27 – O Museu de Huaca Rajada, que exibe os restos mortais e intactos encontrados na tumba do guerreiro Sipán, numa escavação arqueológica.

28 – Entender a importância dessa descoberta no Museu de Tumbas Reales de Sipán.

29 – múmia da Dama de Cao, no Complexo arqueológico de El Brujo. Uma importante descoberta da cultura Moche de 200 d.C., que parecia ter uma mulher como líder.

30 – Assistir os pescadores partirem em seus caballitos de totora, embarcações moches feitas de um tipo de junco, enquanto aprecia um bom prato no Big Ben Huanchaco.

31 – Chan Chan

a cidade toda esculpida em barro. Construída pelos Chimús, possui templos, armazéns, recintos privados e catacumbas.

32 – Passeio de bicicleta pela badalada e charmosa Miraflores.

33 – Os detalhes da arquitetura da Catedral de Lima, destruídos pelos terremotos e reconstruídos muitas vezes durante os anos.

34 – A pirâmide de adobe de Huaca Pucllana, um sítio arqueológico que abre até durante à noite.

35 – Espetáculo de água e luzes no Parque La Reserva, em Lima.

36 – Astrid y Gastón, um dos melhores restaurantes do mundo, em Lima.

37 – Os ceviches da capital da gastronomia peruana, Lima, como o La Mar, o tradicional Restaurant Sonia e o contemporâneo Rafael.

38 – As pirâmides do Sítio Arqueológico de Tucume.

39 – Comprar souvenirs no Mercado Artesanal de Cuzco, como os gorros e as malhas de lhamas e alpacas.

40 – Passar uma noite num hotel luxuoso em Águas Calientes e ter mais tempo para aproveitar Macchu Picchu, como o sofisticado Sumaq.

41 – Aproveitar a sensação de relaxamento e bem-estar nos banhos termais de Colcamayo.

42 – Hospedar-se num monastério de mais de 500 anos em Cuzco, o JW Marriott El Convento.

43 – Apreciar a vista de cordilheiras e ruínas incas

que só quem faz um trekking por Pisac tem a oportunidade de viver.

44 – O passeio pelas ruas de Cuzco,

com suas construções milenares em pedra, e terminar com uma experiência sensorial no Museo del Café.

45 – A Feira Mistura, um encontro gastronômico de toda a América Latina, que reúne desde produtores e agricultores aos maiores nomes da gastronomia.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *